Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Hoje... Eu sei!



Já tive muita pressa!
Hoje... tenho urgência
Urgência para ter "calma"...
E ser tolerante comigo mesma
Dominar minha personalidade hostil...
O excesso de sensibilidade me fez irritável
Tenho urgência de acreditar nas pessoas...
Sem medo de me decepcionar
Quero urgente amar
Sem medo da desilusão
Tenho um coração perfeito
Mas isso não me salva
Porque não tenho controle sobre ele...




9 comentários:

Jão disse...

Ninguem tem controle sobre o coração! Seria otimo, mais não é real. O que temos que fazer é seguir bem o caminho que na hora certa o amor bate a porta

Beijos moça!

A.S. disse...

Silene,

Um coração descontrolado,deixa-nos cavalgar sobre as emoções, os desejos, o prazer com a intensidade de um mar em fúria!

Beijos meus,
AL

Amanda Carvalho disse...

É como correr para pegar o vwnto, vai além de nossas forças mas ainda assim tentamos. Estou nesse momento de vida, liindo o texto descreveu bastante o que estou sentindo. Sil tem a indicação de um prêmio no meu blog p vc, pegue lá. Beijoos, boa semana p vc!

Junior Rios disse...

Eu queria ter controle, tomar as rédeas do coração, mas como possuir algo que nunca realmente me pertenceu, pois assim, parece ser, como não estar propenso a quedas, ao medo?Lindo Sil...

Bjo


wwwsinparangon.blogspot.com

Sil Villas-Boas disse...

Teus poemas aqui estão cada vez melhores. Quentes e apaixonantes. Parabéns.
Bjussss da sua xará, Sil

Jão disse...

Ei querida SIl, voltei pra lher dar um presente

http://coisasdejao.blogspot.com/p/selos.html


Espero que goste...

Beijos!

Livinha disse...

Querida Sil,

Quem consegue olvidar aos comandos do coração?
Qdo apenas adormecido, tudo segue na calmaria, mas logo, entregue aos sonhos, se agita e perdemos o controle de tudo...


Lindo texto querida...

Bom feriado pra ti

Bjs

Livinha

Daniel disse...

Sil!
aceita um vinho?
porque hoje quero tomar uma garrafa depois de ler suas palavras, fiquei com sede
com muita sede de me entender também!
muita sede de ter calma , de não querer abarcar o mundo com meus olhos e mãos, tão vorazes e benéficos. Tão singelos e ao mesmo tempo tão rápidos. Sil também preciso dessa calma, e meu coração se acalmou um pouco quando vi uma de minhas estrofes colocadas aqui no seu espaço vermelho. Senti um enorme orgulho de mim e de ser seu amigo, poxa, quão adorável tu és, quão adorável é poder vir aqui e ler suas inimagináveis letras tão bem delineadas! quão adorável é ser seu super amigo entre laços que jamais permitirei-me soltar! Te amo nobre amiga!

Dan

หคтнყ disse...

As vezes precisamos parar
e pensar, colocar a vida em ordem.
Ou apenas ter um tempo, para nós mesmo.

Lindo !

Bjo Sil;