Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

sábado, 24 de maio de 2014

Se eu me lembrar...



Não me lembro quando me perdi de você
Quando foi que soltamos a mão um do outro
Quando partimos um do outro
Não me lembro em que quarto, sala ou esquina ficaram teus olhos
Não me lembro do teu último sorriso diante de mim
O tempo nos encontrou diferentes
Não me lembro do teu rosto
Você não encontrou minha voz ao telefone
Ainda somos iguais quando as lembranças se alinham
E quando ainda sorrimos das mesmas alegrias
Encontramos o tempo
Velho e bom tempo
Descobrimos-nos ainda jovens
Jovens pra sorrir de alegrias antigas
Ainda vivas em nós
Abre-se a cortina de vento
Colocamos as coisas em seus devidos lugares
Tenho trocado gavetas por varais
Raízes por asas
Não me lembro em que tempo você não estava mais aqui
Não me lembro de você se despedir
Por isso não te vi voltar
Parece que acordei ao teu lado hoje

By Silene Neves



Um comentário: