Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

sábado, 17 de agosto de 2013

Um tempo depois...





Depois de um tempo eu comecei a pensar em você novamente
Assim como quem pensa em vinho e rock
Pensei em um outro amor com a sua cara
Com a sua estupidez e com o teu perfume
Me lembrei  que o melhor lugar do mundo é debaixo de você
E que você ficava muito bem entre meio as minhas pernas
Ah! Depois de um tempo... Nem sei quanto tempo faz!
Eu pensei, se houvesse um outro amor com a sua boca
Com teu hálito menta e alcoólico
E que tivesse a mesma urgência de sexo
Pele, suor, cabelos, chuveiro e lençóis brancos, limpos e secos pra dormir
Depois de um tempo... é tão doce pensar em você que me enjoa
Nada era doce entre nós!
Meu dislumbre era o ácido que escorria de você pra mim
E das uvas verdes que eu plantei só pra ti
E depois de um tempo eu descobri que a casca do limão amarga
E que a tua maneira de me amar sem muitos cuidados
E com pouco amor
Foi o melhor que eu podia ter de ti

Depois de um tempo... Eu tenho pensado em te ligar de madrugada pra te dizer que não acabou. E que preciso do seu "pouco amor".

By Silene Neves

12 comentários:

AquilesMarchel disse...

sempre fraquejamos nessas vontades
mas como vinho ou rock

é um vicio que temos que amenizar

ahy nao vinho e rock sempre

She disse...

Feliz Páscoa, minha querida!
Beijo, beijo!
She

Arianne Carla disse...

Silenee! Esse texto foi pra mim. Sabe que eu tava tentando descrever a saudade que eu sentia de alguém e você soube usar as palavras corretas. As urgências, as necessidades, o precisar... Simplesmente fiquei viciada nesse texto, quero tanto roubá-lo pra mim.

Um beijo!
http://eppifania.blogspot.com

Murillo disse...

E como entender as vontades do corpo e da alma né?! O negócio é ter força para seguir em frente, com consciência de que o que pedimos, é exatamente o que vamos ter.
Beijos!

Murillo disse...

E como entender os desejos do corpo e da alma né?! O importante é seguir em frente com força, consciente de o que corremos atrás é o que vamos ter. Eu sempre me surpreendo com o mundo lá fora. :)
Beijos!

Dorigor ­§ disse...

Adoro essa luta de desejos e desavenças da alma! É algo sem explicação... mágico! Gostei muito da postagem.


Caso goste de poesia e derivados, poderia fazer uma visita ao meu blog? hehe Aqui: http://placebocasual.blogspot.com.br/

Beijos!

Dorigor ­§ disse...

A luta entre o desejo a o íntimo é algo difícil de conviver, mas somos obrigados em algumas partes... Adorei o texto! Muito bom!

Curte poesia e seus derivados? Se puder passar no meu blog(http://placebocasual.blogspot.com.br/), ficaria honrado! Beijos e continue escrevendo maravilhosamente! =D

Elen Abreu disse...

Que lindoooo amiga! Perfeito! Saudadesssss de você. Beijão

Elen Abreu disse...

Oiii amiga! Amei isso aí. Ta lindo! Perfeito! Beijosss....

J. Ríos disse...

Um dia alguém me disse que por mais que a vida afaste as pessoas e outros "amores" apareçam, se que ficou for de verdade, nunca morrerá. Lendo-te, me lembrei!Desculpe por toda esta ausência ingrata e insana, mas ando ausente até mesmo de mim ultimamente...Não sei mais de caminhos tampouco voltas!!!

Bjo...saudades!

anjoclandestino.blogspot.com

She disse...

Ei querida!
Beijo, beijo!
She

Jão disse...

Mesmo afastado, mesmo distante, aqui continua lindo


Beijos.

Saudades