Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

domingo, 14 de agosto de 2011

...





Morangos e vinho
Teus olhos...
Seu carinho...
No fim dessa estrada
Ficou o sabor da saudade
Sonhos deixados a beira do caminho
Vinho e morangos...
Morangos e vinho...
Rosas e espinhos
No fim desse caminho
Rubro e pálido
São os tons desse destino
Morangos... morangos...
Vinho e vinho
Fim da estrada
Fim do caminho

2 comentários:

J. Ríos disse...

Sil, como é bom ler coisas assim, que acrescentam e me levam até lembranças embebidas de saudades!Continue escrevendo com este talento de alma!

Bjo e uma ótima semana

psrecuerdame.blogspot.com

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema...um lamento...um grito em cada palavra.
Adorei e deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora