Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Depois de ontem


Sua saudade...
Não é mais!
O que eu tanto temia
De tão antiga
Se tornou uma "velha" e boa
Companhia

9 comentários:

Junior Rios disse...

Com o tempo, tudo perde intensidades, cores, sabores, restando apenas memórias que não pedem mais por realidade, existência, se conformando com o costume, com a indiferença.Lindo Sil!

Bjo

Jão disse...

é o senhor tempo fazendo seu trabalho. Agora é esperar a senhora destino fazer o dela.

Beijos querida Sil.

Eric Felipe disse...

Breve e objetiva. Sem rodeios para o temor que se tornou banal, como deveria ser.

Perfeito!
Beijos, Sil!

Murillo disse...

Sentir saudades é saber que se é capaz de viver. Uma prova de que no futuro podemos compartilhar muita alegria! :)

H.Brayan disse...

EU TMB AMEI ESTAR COM VC FLOR ........... BJUS , JA COM SAUDADES AZUIS.

Everson Russo disse...

Saudade muitas vezes nos alimenta a esperança....grande beijo de boa semana pra ti.

หคтнყ disse...

Eu posso dizer o mesmo!
A saudade que me machucava hoje
é minha AMiga

Bju Sil.

Felipe Faverani disse...

Oi, Sil, tudo bem?
Saudade dói. Por esse motivo acho muito bom quando a saudade torna-se amistosa e vira, como disse, uma velha e boa companhia.
Lindo poema, meu anjo.
Ótima semana pra você, viu?
Grande beijo.

Daniel disse...

HEHEHE alguma relação com algum poema meu? hehe adorei as palavras que você aqui proferiu e sim, o tempo faz o seu jogo. Caminha do nosso lado, e destrói as barreiras que nos impede de ser feliz. Que telefone bonito, da cor da nossa cor preferida. Vermelho.

Dan