Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Idola-tria - Parte 2



Atreva-se a me perguntar
E minha resposta será
Em um verso apenas!
Mesmo que... não alcance meu olhar
Meu "Vermelho" vai te fazendo sangrar
E quem sabe... seu pranto irá secar
Se pensas... em um dia ir
Ou que... eu possa partir de ti
É porque ainda não sabes...
O quanto eu o amo
Mesmo longe de mim
Desvende o mistério
Há muito tempo revelado
Desse sentimento que nasceu tinto
E alado...
Ainda... um dia haverá!
Que meu corpo irá encontrar o teu
Nossas mãos iram se beijar
Nossos cabelos vão se embaraçar
E enfim você saberá
Que eu estive todo esse tempo
A te amar...

6 comentários:

H.Brayan disse...

"Ainda... um dia haverá"

cara e doce flor, meus dias tem sido atribulados por nuvens cruéis que insistem em cobrir este azul tão belo...
Bjus de saudades.
amu-ti

Daniel Costa disse...

Silene

Sinceramente, gostei de passar por aqui, porque na realidade achei ter lido belos momentos de poesia.

Diego Marques disse...

Este blog é ainda mais apaxonado que o outro, uma paixão mais madura e ainda mais intensa! Adorei, refflete com clareza a sua presença!

Sil Te desejo sorte e felicidades sempre!!!

Que o vermelho que clore sua vida esteja sempre presente!

Silvana Villas-Boas disse...

De Sil para Sil.

Amei teu novo espaço. Virei sempre aqui.
Bjusss
Silvana

หคтнყ disse...

Esse cantinho ficou lindo.
Eu li os dois poemas.
Gostei muito
E essa esperança de encontrar o amado, eu também tenho.
Bjus de sua "quase filha" rs

Daniel disse...

Pois é nobre coração vermelho!
uma excelente resposta ao meu poema!
quanto carinho nas palavras
você o exala e eu o consigo sentir daqui
fico extremamente feliz em poder despertar
em você tão nobre sentimento. Você é uma dádiva do Nilo.

Dan