Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Decepção...



Tosco...
Perfeitamente assim...
Naturalmente
Como você nasceu....
Agora permanece e continua... sem polir
E sem lapidar
Rude e bruto
Como quem veio da terra
De raízes e folhas soltas
Como quem possui asas
Voa sobre minhas águas vermelhas
Mergulha com destreza
Habilidade deslavada
No meu íntimo e proibido ser e estar
Agora estou...
 E ainda o imagino doce e viril
Adiante das ilusões do meu pobre coração
Você está distante demais
Do que eu sou
 E do que eu preciso

2 comentários:

Solange disse...

quando mais precisamos, estamos sempre sozinhas...
sei bem o que é isso..

bjs.Sol

Vantuilo disse...

Que maravilha de versejar!!!! parabéns por magistrais versos.