Meu "Sentir" tem cor e cheiro. Bebo vinho... Meus versos vivem...Tenho ilusões que respiram... E minhas linhas são veias! Derramo sensações e devaneios. Me ajusto e me asseguro no exagero.Vivo de tudo que é Vermelho!

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Quando te sinto...


Não reconheço mais os sons que vem de dentro de mim
Existe somente...
Um silêncio devastador
Arrastando tudo...
Atirando-me ao nada
Eu preciso agora... chamar por ti...
Preciso de você ao meu lado
Colado a mim...
... em uma chance para te guardar em meus poros...
Me diz logo!
Qual o nome do teu verso?
Quais são os sinais da tua existência?
Me diga Amor! Meu Querido...
Se tu me calas...?
E se minha voz não responde?
Será o "silêncio" o teu nome?
E se tu não me ouves...
Então...
Isso é tudo que eu posso ser
Isso é tudo que me ocupa...
... o silêncio...

10 comentários:

Amanda Carvalho disse...

Oi Sil, tudo bem?? Nossa que saudade do seu blog, amei seu texto de hj, tão intenso, me identifiquei mt! Ai ai a paixão que "atormenta" nosso viver! (:
Beijos, se cuide :*

Jão disse...

O Silêncio arma dos que sentem e tem medo de enfrentar.



Beijos querida, saudades!

Solange disse...

no silêncio, as recordações gritam mais alto..

bjs.Sol

Thiago Brito disse...

O silêncio é sem dúvida uma das melhores freses a se dizer valendo-se de um olhar bem firme...
O silêncio diz tanta coisa...
Lindo texto, maravilhoso, quanta sensibilidade, amor e paixão...
Senti daqui esse amor desesperado e impaciente por alguma resposta, que lhe fale, e não se cale...
Parabens mesmo, incrivel, gostei de verdade...

Um beijo bem forte em ti
Uma semana espetacular para você

;P

Lua Nova disse...

Minha linda Sil

Quando o amor se afasta de nós, nosso universo se esvazia, nossa alma perde as forças e parece que dentro de nós há um vazio abissal. É a certeza de que o frio gélido da solidão não nos abandonará nunca mais.

Está lindo seu blog, uma cor viva, intensa, como desconfio que seja esse teu coração.

Saudades de vc.
Beijokas.
seguindo...

Jorge Pimenta disse...

há vozes que também se reconstroem a partir dos silêncios...
beijos, amiga!

Felipe Faverani disse...

Oi, Sil, tudo bem?

Sempre sinto um prazer imenso em vir aqui e ler seus poemas, por dois motivos principais: eles são, sem sombra de dúvida, escritos com sinceridade e, acima de tudo, uma mulher que se conhece.

Parabéns sempre!

Grande beijo.

หคтнყ disse...

Será que isso não seja Ilusão?
Silencio perturbador =S

Beju Sil
http://nathydorgas.blogspot.com/

Daniel disse...

Estava com muita saudade de encontrar todo este vermelho, de poder aspirar cada pedaço do silêncio de suas palavras. A música ajuda, na verdade o tom vermelho que exala do seu site, ajuda muito. Fico muito bem aqui sabe? fico pensando em que escrever, porque as vezes digo tudo sem dizer nada, e vejo novamente se realmente está bom. Mas o importante que quero que saiba é que gosto muito de você, de vir aqui, de apreciar suas doces letras nobre amiga, porque você é um ser encantado. Muito encantado, algo estupendo.
Que você viva ainda eternos anos,
para que eu volte aqui
sempre que quiser uma palavra
que toque meu coração
bem como uma música que soe em minha alma.

Dan

Dayse Sene disse...

Perfeito!
Sonhei no seu sonho.
Abraços.